Reclamações, queixas e murmurações: atitudes que afastam o cristão de Deus

  

  

Vocês já repararam como existem pessoas murmuradoras? Reclamam de tudo e de todos, nada lhes satisfaz. O tempo, o trânsito, o chefe, o vizinho: tudo é motivo de lamúrias.

O Senhor não se agrada de cristãos murmuradores. Murmurar em excesso é falta de fé e confiança em Deus. É uma ingratidão tamanha com Aquele que nos cobre de bênçãos todos os dias. Podemos ver, ouvir, respirar, alimentar-nos, trabalhar, ver o sol, a lua, as estrelas e o mar. E que mundo impressionante Deus criou para desfrutarmos.


Perder tempo se lamentando e reclamando, tira-nos o fôlego e a energia para vivermos uma vida em comunhão com Jesus Cristo. A Bíblia nos ensina:

“Tendo pois ali o povo sede de água, o povo murmurou contra Moisés, e disse: Por que nos fizeste subir do Egito, para nos matares de sede, a nós e aos nossos filhos, e ao nosso gado?” (Êxodo 17:3)

Deus livrou o povo da escravidão no Egito, alimentou-o e matou a sua sede. Mesmo assim, eles eram impacientes e murmuravam. Resultado: nenhum desses viu a Terra Prometida. Houve um atraso de 40 anos na bênção porque o povo se deixou levar por sua vaidade, queixando-se de um Criador que estava com eles dia e de noite! (Deus se manifestava como uma nuvem que seguia o povo durante o dia e como uma coluna de fogo que iluminava a escuridão do deserto à noite).

  

 Diante de todo o exposto, será que ainda temos o direito de murmurar?

Deixe uma resposta